Projecto A3 – O Nosso Papel

O projecto A3 tem como principal objectivo a implementação da prevenção integral – (primária, secundária e terciária) – da violência psicológica sob todas as formas e em quaisquer circunstâncias e situações  na população do concelho de Angra do Heroísmo, com particular incidência nos residentes da Junta de Freguesia da Sé, combatendo a Violência Psicológica através da prevenção precoce, promovendo a reflexão e a capacidade crítica geradoras de valores humanos e éticos com recurso à aquisição de cultura geral, conhecimento e raciocínio visando o desenvolvimento do respeito, por si e pela pessoa em geral, a autonomia e a formação de uma auto-imagem valorizada capaz de produzir uma auto-estima forte suportada pela percepção do seu valor e do valor dos demais como Pessoas.

Operacionalização

  1. A3 = Prevenção Terciária

Na prevenção terciária pretende-se intervir ao nível do apoio às pessoas em risco e às pessoas sujeitas a violência psicológica através do levantamento e despistagem das necessidades psicossociais dos velhos e demais residentes na Junta de Freguesia da Sé possibilitando uma caracterização da população e uma intervenção mais eficaz e direccionada para as necessidades evidenciadas.

O projecto disponibiliza apoio às pessoas sujeitas/susceptíveis à violência psicológica no caso de situações sinalizadas ou de suspeita de prática efectiva, através de um serviço prestado pela Associação PARA MIM BASTA – Associação Contra a Violência Psicológica e conforme o consignado nos objectivos estatutários e nas capacidades instaladas da mesma.

  1. A2 = Prevenção Secundária
  • Projecto Escolinhas

O projecto Escolinhas pretende servir a população estudantil com idades compreendidas entre os 5 anos e os 10 anos, que estejam a frequentar o 1º ciclo e que necessitem de apoio psicológico com enfâse para a resposta ao nível clínico.

A pertinência deste projecto prende-se com o facto do apoio prestado pelas escolas além de usufruir de poucos recursos ao nível de pessoal não disponibiliza, em loco e em tempo útil, o apoio psicológico que as crianças necessitam quando são identificados riscos ou variações ao nível afectivo, comportamental, social e escolar.

O apoio prestado pela Psicologia Clínica, às escolas e nas escolas, reflecte-se numa mais-valia uma vez que aproxima o técnico, a escola e a família, e promove uma intervenção em tempo real e uma resposta efectiva e multidisciplinar às necessidades imediatas da criança.

A optimização do trabalho multidisciplinar permite integrar os vários planos do ambiente infantil, nomeadamente a escola, a família, o espaço social e o psicólogo, o que previne os efeitos nefastos, eventualmente permanentes, do atraso da intervenção ou da correcção dos factores nocivos ao saudável desenvolvimento da criança.

A Junta de Freguesia da Sé, como órgão de gestão local e de primeiro contacto com os fregueses disponibiliza os serviços da Psicóloga Catarina Mendonça que desenvolve o projecto na Escola EB1IJ “Infante D. Henrique” no Alto das Covas, na Cidade de Angra do Heroísmo num trabalho articulado com a instituição para a promoção da saúde mental nas crianças do 1º ciclo do concelho de Angra do Heroísmo.

  • Projecto Cidadania

Projecto que visa a formação para a cidadania através de acções que promovam a reflexão e a adesão aos valores de cidadania e respeito, pelo outro e pelo próprio.

Tem como objectivo operacionalizar o projecto através de acções curtas de esclarecimento, diálogo e sensibilização, através de workshops e palestras direccionadas à população, sobre o que é a violência psicológica, como se pratica, que efeitos tem nas pessoas de que são alvo, e como se pode prevenir.

Estas intervenções são multigeracionais e serão realizadas na sala de reuniões da Junta de Freguesia da Sé, em sala de outras instituições e junto da população escolar mediante agendamento com os estabelecimentos que aceitem a sua realização.

  1. A1 = Prevenção Primária
  •  Projecto Ateliers de Conhecimento

Projecto com sede na Junta de Freguesia da Sé que visa a formação de grupos de 8 a 14 crianças entre os 4 e os 11 anos que, num encontro informal, trocam e partilham informação e conhecimento com o intuito de desenvolver valores através do conhecimento e da relação.

Contempla, igualmente, encontros dedicados a pessoas de outras idades em horários mais flexíveis.

Os encontros serão semanais e coordenados/orientados pelo Nuno Gonçalves.

A Junta de Freguesia da Sé e a PARA MIM BASTA estão abertos a expandir o modelo, de modo a disponibilizá-lo como complemento ao horário escolar numa base mais alargada e regular.